fevereiro 09, 2013

Simplifique sua vida!


Bom dia queridos amigos, tudo bem?

A vida realmente é muito complicada, temos muitos problemas nos nossos dias, mas é na simplicidade que impera a felicidade...

Beijos  e ótimo carnaval  pra todos vocês!



"Tudo o que é belo tende a ser simples. Afirmação generalizante? Não sei. O que sei é que a beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins. Vida que se ocupa de ser só o que é. 




Não há conflito nas bromélias, não há angústia nas rosas, nem ansiedades nos jasmins. Cumprem o destino de florirem ao seu tempo e de se despedirem do viço quando é chegada a hora. São simples.






Não querem outra coisa, senão a necessidade de cada instante. Não há desperdício de forças, não há dispersão de energias. Tudo concorre para a realização do instante. Acolhem a chuva que chega e dela extraem o essencial. Recebem o sol e o vento, e morrem ao seu tempo.



Simplicidade é um conceito que nos remete ao estado mais puro da realidade. A semente é simples porque não se perde na tentativa de ser outra coisa. É o que é. Não desperdiça seu tempo querendo ser flor antes da hora. Cumpre o ritual de existir, compreendendo-se em cada etapa.




Já dizia o poeta: "Simplicidade é querer uma coisa só". Eu concordo com ele. O muito querer nos deixa complexos demais. Queremos muito ao mesmo tempo, e então nos perdemos no emaranhado dos desejos. Há o risco de que não fiquemos com nada, de que percamos tudo.





Aquele que muito quer corre o risco de nada ter, porque o empenho e o cuidado é que faz a realidade permanecer. O simples anda leve. Carrega menos bagagem quando viaja, e por isso reserva suas energias para apreciar a paisagem. O que viaja pesado corre o risco de gastar suas energias no transporte das malas. Fica preso, não pode andar pelo aeroporto, fica privado de atravessar a rua e se transforma num constante vigilante do que trouxe.







A simplicidade é uma forma de leveza. Nas relações humanas ela faz a diferença. O que cultiva a simplicidade tem a facilidade de tornar leve o ambiente em que vive. Não cria confusão por pouca coisa; não coloca sua atenção no que é acidental, mas prende os olhos naquilo que verdadeiramente vale à pena.










Pessoas simples são aquelas que se encantam com as coisas menores. Sabem sorrir diante de presentes simbólicos e sem muito valor material. A simplicidade lhe capacita para perceber que nem tudo precisa ter utilidade. E por isso é fácil presentear o simples.





Dar presentes aos complicados é um desafio. Não sabemos o que eles gostam, porque só na simplicidade é possível conhecer alguém. Só depois que as máscaras caem pelo chão e que os papéis são abandonados a gente tem a possibilidade de descobrir o outro na sua verdade.







Eu gostaria de me livrar de meus pesos. Queria ser mais leve, mais simples. Querer uma coisa só de cada vez. Abandonar os inúmeros projetos futuros que me cegam para a necessidade do momento. Projetos futuros valem à pena, desde que sejam simples, concretos e aplicáveis. Não gostaria que a morte me surpreendesse sem que eu tivesse alcançado a simplicidade. Até para morrer os simples têm mais facilidade. Sentem que chegou a hora, se entregam ao último suspiro e se vão.





Tenho uma intuição de que quando eu simplificar a minha vida, a felicidade chegará em minha casa, quando eu menos esperar. "
( Padre Fábio de Melo )












































"A simplicidade é o último grau de sofisticação."
Leonardo da Vinci



Fotos via: http://pinterest.com/elianavvega






4 comentários:

  1. Olá! Simplesmente fantástica, a sua postagem de hoje!

    Parabéns!

    Um forte abraço!

    Izabel Cristina

    ResponderExcluir
  2. Olá Quel, tudo bem com vc? Concordo plenamente com a Izabel Cristina, fantástica mesmo! Além de belíssimas imagens, os seus comentários são de uma inspiração poética. Muito profundo o que vc coloca aqui Quel. Cheguei a ter vontade de ser uma bromélia, sem conflitos, uma rosa que não tem angústia ou um jasmim que por nada anseia. Amei aquela imagem que mostra umas prateleiras e uma bancada muito simples, apoiada em caixotes. Que delícia este pequeno espaço pra mexer nas plantas ou fazer um reparo em algum pequeno móvel e, claro, os regadores que são lindos. Ah, aquele pergolado com glicínias em flor...Anseio pelo meu. Minha glicínia começou a subir, agarrando-se ao pilar da garagem, não vejo a hora de vê-las assim, lindas como aqui nas imagens. Falando de sobrepeso, lembro-me de uma amiga que me dizia o quanto ela necessitava de um liquidificador, porque adorava tomar vitaminas, mas não comprava um porque ela não queria aumentar a bagagem, quando precisasse se mudar. Ela morava em república e hoje ela vive na Europa. Não foi pra lá como muitas pessoas vão, para ganhar dinheiro. Ela foi para viver lá. E vive até hoje com o mínimo possível. Eu não consigo me imaginar sem minhas "tralhas", sem os objetos que guardo há anos, sem meus álbuns de fotografias, sem os objetos de decoração que, foram adquiridos ou ganhados por amigos. Eu sei que vc está certíssima, quando diz que devemos carregar somente o necessário e que os quereres, muitas vezes, se transformam em nada, mas cultivo este defeito, que é o de me apegar às coisas... Mas a simplicidade sempre me cativou, sempre fui atraída por lugares e pessoas simples. É como vc diz, presentear pessoas simples é tão fácil, elas se encantam com pequeninas coisas. Sabe o que eu faço para presentear as amigas "complicadas"? Dou pecinhas de patchwork rsrs Porta alguma coisa, panos de prato e por aí. O patch é um trabalho que surgiu do simples, mas que hoje, com o pouco tempo das pessoas, virou artigo sofisticado. Além de lindo o patch traz estas duas características simplicidade/sofisticação. Huuuuum, morangos...Que delícia! Raquel, parabéns por cada palavra sua aqui, vc me proporcionou momentos de grande reflexão e, sei, que ainda não hoje, mas a partir de suas palavras, alguma coisa mudará em mim, em relação ao meu excessivo apego aos objetos. Que o feriado pra vc seja, como a velha frase do Pedro Bial, quando terminava o Fantástico, "tenha uma semana muito produtiva". Grande beijo.

    ResponderExcluir
  3. Oi minha amiga Ro!
    Você sempre repara em todos os detalhes de cada postagem, mas hoje creio que ficou algo para trás..Essas palavras maravilhosas, não são minhas, é do Padre Fabio de Melo(repare no final do texto).
    São sábias palavras, que pra mim é uma lição e que compartilho com todos vocês.
    Mesmo assim, valeu pra refletir Ro, eu também fiz isso...
    Ótimos dias de carnaval e divirta-se!
    Beijos

    ResponderExcluir

Olá, amo comentários!
Mas, desculpe-me se demorar em responder, a minha vida é uma correria e no tempo livre faço essas postagens que compartilho com você com muito carinho.
Obrigada pela sua visita, seja sempre bem-vindo (a)!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...