março 01, 2013

O Poder Das Sensações...

Olá amigos, tudo bem?

Sabe aquela sensação boa quando estamos em algum lugar, ou com alguém, ou mesmo o peito cheio de felicidade? Esse poder de sentir na alma coisas boas e inebriantes, e saber que você é feliz?

Hoje as imagens passam muitas sensações e compartilho aqui com vocês... 

E venha participar do Sorteio do Mini Relógio Estação Paris!! Veja ao lado o Banner do Sorteio, é só clicar, e boa sorte!

Beijos e ótima sexta-feira!


A Felicidade

"A felicidade é um estado permanente que não parece ter sido feito, aqui na terra, para o homem. 





Na terra, tudo vive num fluxo contínuo que não permite que coisa alguma assuma uma forma constante. 






Tudo muda à nossa volta. 





Nós próprios também mudamos e ninguém pode estar certo de amar amanhã aquilo que hoje ama.






É por isso que todos os nossos projetos de felicidade nesta vida são quimeras.





Aproveitemos a alegria do espírito quando a possuímos; evitemos afastá-la por nossa culpa, mas não façamos projetos para a conservar, porque esses projetos são meras loucuras. 





Vi poucos homens felizes, talvez nenhum; mas vi muitas vezes corações contentes e de todos os objetos que me impressionaram foi esse o que mais me satisfez. 





Creio que se trata de uma consequência natural do poder das sensações sobre os meus sentimentos. 




A felicidade não tem sinais exteriores; para a conhecer seria necessário ler no coração do homem feliz; mas a alegria lê-se nos olhos, no porte, no sotaque, no modo de andar, e parece comunicar-se a quem dela se apercebe. 




Existirá algum prazer mais doce do que ver um povo entregar-se à alegria num dia festivo, e todos os corações desabrocharem aos raios expansivos do prazer que passa, rápida mas intensamente, através das nuvens da vida? "

Jean-Jacques Rousseau, in 'Os Devaneios do Caminhante Solitário'















































































































Fotos via: http://prettystuff.tumblr.com



2 comentários:

  1. Amei as imagens e reflexões!
    Desejo-lhe um ótimo final de semana.
    :*

    ResponderExcluir
  2. Olá Quel, tudo bem com vc? Além do livre arbítrio, outra dádiva que Deus deu ao Homem é o caráter mutável. Graças a Ele, hoje não não somos o de ontem, tampouco o que seremos amanhã. Já li, diversas pessoas aqui, dizendo que "ganham o dia depois de passarem por aqui" Isso é ser feliz né? A felicidade é muito subjetiva, talvez por isso, não existe uma só definição. Me lembro quando eu conheci este blog, foi meio que por acaso, mas as imagens me fizeram tão bem, que cheguei a ser feliz. Por isso nunca mais deixei de estar aqui. E vc, Raquel, deve ter um conceito para felicidade muito parecido com o meu. Amamos o simples e, quanto mais rudimentar, maior o encantamento. Claro que por isso, nós não deixamos de gostar de lugares e objetos suntuosos, sofisticados, porém o nosso bem-estar não está vinculado ao luxo. Que lindas estão aquelas cadeiras com saínhas, parecem só estarem esperando a piscada do senhor fogão para começarem a dançar rsrs Que linda aquela casa do nono post. Sem pintura, parece as centenas que tem no Rio Grande do Sul. Huuum...Leite com canela, sorvete...delícia Que casa linda aquela no meio de um mato rsrs Se fosse minha, a primeiríssima providência seria um pintura, para realçar aqueles detalhes da construção. Cada janela iria receber uma floreira com flores pendentes...quimeras rs Que delícia acordar e dar de cara comum quintalzinho repleto de verde...ah Raquel, lindas imagens, hoje eu já nem sei ficar sem elas. Amei o texto do Rousseau. Beijo e belíssimo sábado para vc.

    ResponderExcluir

Olá, amo comentários!
Mas, desculpe-me se demorar em responder, a minha vida é uma correria e no tempo livre faço essas postagens que compartilho com você com muito carinho.
Obrigada pela sua visita, seja sempre bem-vindo (a)!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...